Trata-se de uma estante, colada diretamente na parede, com livros de diversos tamanhos, que comportam capas brancas, neutras, em que não se consegue saber os nomes das obras, apenas se lê na lombada a palavra amor, em dourado. Os livros estarão todos com as páginas coladas. O trabalho aponta para o fato de o amor ser, em grande medida, inacessível, inalcançável, inatingível, quer seja o sentimento, quer seja o conceito.

Biblioteca do amor